quinta-feira, 19 de abril de 2018

Dia Mundial em Memória das Vítimas de Acidentes do Trabalho - 28 de abril

No dia 28 de abril, é celebrado em todo o mundo o “Dia Mundial em Memória das Vítimas de Acidentes do Trabalho”. A data foi instituída em 1996, por iniciativa de sindicatos canadenses e escolhida em razão de um acidente que matou 78 trabalhadores em uma mina no estado da Virgínia, nos Estados Unidos, em 1969. 

No Brasil, a formalização da data ficou explícita quando foi promulgada a Lei 11.121/2005, criando o Dia Nacional em Memória das Vítimas de Acidentes e Doenças do Trabalho.

Em 2003, a pedido do movimento sindical, a OIT se envolveu na campanha do dia 28 de abril, mas decidiu tornar esse dia uma data mundial de comemoração, denominando-a o Dia Mundial da Segurança e Saúde no Trabalho. E a cada ano escolhe um tema principal para o qual desenvolve materiais de divulgação de informações.

Em 2018, o slogan da campanha é: Geração Segura e Saudável.

Em seguida, reproduzo o texto divulgado pela OIT para resumir a motivação do tema deste ano.

Este ano, o Dia Mundial da Segurança e Saúde no Trabalho e o Dia Mundial contra o Trabalho Infantil estão reunidos em uma campanha conjunta para melhorar a segurança e saúde dos jovens trabalhadores e pôr fim ao trabalho infantil. 
A campanha visa acelerar a ação para atingir o Objetivo de Desenvolvimento Sustentável 8, em particular a meta 8.8, de promover ambientes de trabalho seguros para todos os trabalhadores até 2030 e a meta 8.7 para acabar com todas as formas de trabalho infantil até 2025. Para atingir esses objetivos em benefício da futura geração da força de trabalho, é necessário adotar uma abordagem integrada para a eliminação do trabalho infantil e promover uma cultura de prevenção em segurança e saúde no trabalho.
Os 541 milhões de jovens trabalhadores de 15 a 24 anos de idade (incluindo 37 milhões de crianças em trabalho infantil perigoso) representam mais de 15% da força de trabalho global e sofrem até 40% mais acidentes de trabalho não fatais do que os trabalhadores adultos com mais de 25 anos de idade.
Muitos fatores podem aumentar a vulnerabilidade dos jovens aos riscos no trabalho, como estágio de desenvolvimento físico e psicológico, falta de experiência de trabalho e treinamento, conhecimento limitado dos riscos relacionados ao trabalho e falta de poder de negociação, o que pode levar os jovens trabalhadores a aceitar tarefas perigosas ou más condições de trabalho. A campanha do Dia Mundial de Segurança e Saúde no Trabalho de 2018 destaca a importância vital de enfrentar esses desafios e melhorar a segurança e a saúde dos jovens trabalhadores, não apenas para promover o emprego decente dos jovens, mas também para vincular esses esforços na luta contra o trabalho infantil perigoso e todas as outras formas de trabalho infantil.


No Brasil, algumas instituições realizam atividades durante o mês de abril, para enfatizar a data. Um movimento denominado Abril Verde vem ganhando força a cada ano, com muitas adesões em torno da ideia de dedicar esse mês à prevenção de acidentes do trabalho.

O vídeo abaixo, por exemplo, é uma ação do Ministério Público do Trabalho vinculada a essa data.



Confira as informações da OIT sobre o Dia Mundial de Segurança e Saúde no Trabalho: