quinta-feira, 28 de abril de 2016

28 de abril, uma homenagem às vítimas dos acidentes e doenças do trabalho

O dia 28 de abril é a data dedicada à memória das vítimas de acidentes e doenças do trabalho em todo o mundo. É dia de luta por mais segurança e saúde, por fiscalização, preservação e garantia do cumprimento dos direitos dos trabalhadores.

Esta data foi criada pelo movimento sindical dos trabalhadores do Canadá, em 1984, para prestar uma homenagem aos que morreram, ficaram feridos ou incapacitados no trabalho. Vários países passaram a adotar esta data e em 2003 a Organização Internacional do Trabalho – OIT estabeleceu que 28 de abril é o Dia Internacional da Segurança e Saúde no Trabalho. No Brasil, a data foi formalmente instituída em 2011, pela Lei 11.121/2005, com a denominação de Dia Nacional em Memória das Vítimas de Acidentes e Doenças do Trabalho.

Direito ao trabalho, direito à dignidade no trabalho, direito à vida. Lutar pela preservação dos direitos e pelas conquistas voltadas ao trabalho decente e aos ambientes de trabalho seguros e saudáveis é uma das inspirações que esta data pode nos trazer.

A cada ano a OIT escolhe um tema para servir de referência neste dia. Em 2016, o tema é: "Estresse no ambiente de trabalho, um desafio coletivo". Em sua mensagem sobre o assunto, o Diretor Geral da OIT, Guy Ryder, escreveu:

"O estresse relacionado ao trabalho afeta os trabalhadores de todas as profissões em países desenvolvidos e em desenvolvimento da mesma maneira. Ele pode seriamente prejudicar não apenas a saúde dos trabalhadores, mas também, e com frequência, o bem estar de suas famílias.
A globalização e as mudanças tecnológicas têm transformado padrões de trabalho e de emprego de formas que às vezes contribuem para o estresse relacionado ao trabalho. Os altos níveis de desemprego, em particular na ausência de medidas adequadas de proteção social, também podem ter consequências indesejáveis para a saúde mental dos trabalhadores.
Empresas não são poupadas e enfrentam as consequências do estresse relacionado ao trabalho em seu desempenho geral com o aumento do absenteísmo, do presenteísmo e da rotatividade de pessoal, além de relações de trabalho difíceis." (veja a mensagem na íntegra clicando aqui)
No início deste mês de abril, preparando-se para esta data, a OIT publicou um relatório totalmente dedicado a apresentar as tendências do estresse relacionado ao trabalho, chamando a atenção para a magnitude deste problema no contexto atual do mundo do trabalho. O relatório está disponível no portal da OIT mas, infelizmente, em inglês, espanhol ou francês. Para ter acesso, clique aqui.

Para saber mais sobre este assunto, recomendo consultar: